A experiência de embarcar em Guarulhos | Braun Turismo

A experiência de embarcar em Guarulhos

Embarcar a partir do aeroporto GRU não é novidade pra mim. Esse é meu “home airport” como dizem os americanos, desde que nasci e acredito tê-lo utilizado quase duas centenas de vezes.

Desde sua privatização, cerca de 2 anos antes da copa de 2014, o aeroporto melhorou bastante, sem dúvida.

A oferta e qualidade dos restaurantes teve uma melhora sensível, assim como o número de vagas de estacionamento, sempre problemático.

Mas não podemos compará-lo ainda a nenhum aeroporto de primeiro mundo.

Mesmo o novo Terminal 3, vitrine da copa do mundo, que tinha tudo para ser um terminal construído no mais moderno padrão, tem falhas primárias.

Já no estacionamento do edifício-garagem, nota-se o primeiro.

A faixa reservada para os pedestres seguirem de seus carros em direção ao elevador são tão estreitas que metade do carrinho de bagagem fica na faixa destinada aos carros. O motivo? A faixa de pedestres foi desenhada na mesma área por onde correm grandes tubulações e suas respectivas barras de proteção contra colisões.

Um ponto positivo a ser reconhecido no estacionamento são os banheiros próximos ao elevador em cada andar, estratégicos pra quem faz uma longa viagem até o aeroporto. Porém, em meu recente embarque todas as torneiras do banheiro masculino e feminino do piso 0 (Buenos Aires) estavam sem água…ou seja, falta de manutenção e supervisão.

Ao atravessar o corredor que liga o estacionamento ao terminal, passamos pelo que aparenta ser um jardim suspenso, mas na verdade era uma matagal mau-cuidado e potencialmente um criadouro de mosquitos.

Ao chegar no terminal, atingimos o ápice da falta de planejamento e de noção dos engenheiros e arquitetos que projetaram esse terminal.

Elevadores que comportam apenas um carrinho de bagagem por viagem. É vergonhoso. Por experiência própria, já tive grupo que levou 40 minutos pra chegar do térreo ao 1o andar devido ao bendito elevador. Em Miami, vão de 3 a 4 carrinhos por elevador. Até nos terminais antigos de GRU cabem 2 ou 3 carrinhos, mas no novíssimo e moderno terminal 3 não. Elevadores VIP eu chamo.

Esse problema é agravado por uma decisão inteligentíssima da administração do aeroporto que foi proibir os ônibus que chegam com passageiros para embarque de pararem os ônibus no andar de…embarque.

Sim, qualquer ônibus, seja com passageiros para embarque ou para desembarque, tem que parar no andar mais baixo (desembarque), aumentando sensivelmente o fluxo de pessoas naquele andar e congestionando os elevadores e as vagas de ônibus.

A reduzida oferta de lugares para sentar nas áreas públicas do andar do check-in também me incomoda.

Se chego com grupos com mais de 3 horas de antecedência do voo, algumas vezes não me permitem fazer o check-in. Desta forma, uma dúzia de passageiros sentam e 3 dúzias ficam de pé ou se sentam no chão.

Mesmo viajando sozinho ou com grupos pequenos já tivemos que ficar em pé por mais de uma hora.

Outro ponto que causa um certo desconforto é a falta de previsibilidade de como será feito o embarque e o desembarque.

Por 3 ou 4 vezes já fiz o check-in na TAM no Terminal 3 e fui mandado para embarcar no Terminal 2. E o desembarque? Às vezes é no 2, às vezes no 3. É como o velho chocolate Surpresa (os mais novos não vão entender a analogia)…a gente nunca sabe o que vai pegar.

Na saída do desembarque do terminal 3 também tem pegadinha do malandro. Duas saídas: uma pra quem passa pelo free shop e outra pra quem não passa. Nada melhor que isso para deixar as pessoas que estão aguardando os viajantes que nem barata tonta andando de uma saída pra outra para encontrar seu familiar/cliente.

O que incomoda realmente nisso tudo é que o valor que pagamos de taxa de embarque não reverte em nosso favor e não se vê para onde vai.

Apesar de não ser o pior aeroporto que já utilizei, minha conclusão é que o ponto alto do aeroporto de GRU é quando embarco no avião.

Gostou? Veja mais

Quer receber novidades?
dúvidas?

Confira abaixo as dúvidas mais frequentes que recebemos.

Ir para as dúvidas
Onde estamos

Rua Dr. Luis de Faria, 62 • Gonzaga • Santos/SP
CEP 11060 480

Horário de atendimento

De segunda a sexta-feira • 09h00 as 18h00
Sábados • 09h00 as 12h00

P. R. Braun Passagens e Turismo Ltda. (Braun Turismo), inscrita no CNPJ 64.641.996/0001-05, é uma agência de turismo cadastrada no Ministério do Turismo - CADASTUR - ver certificado.
Braun Turismo © 2020. Todos os direitos reservados.